Auxiliar Veterinário? Enfermeiro Veterinário?


 

As carreiras na área de medicina veterinária estão em grande desenvolvimento devido à procura de mercado, que aumenta a cada dia.

Entre as opções para quem gosta de animais e quer seguir na carreira, estão cursos de auxiliar veterinário e técnico veterinário. Confira dicas sobre como iniciar sua carreira, onde fazer um curso na área e quanto pode ganhar.

A procura pela especialização de auxiliar veterinário tem sido alvo não apenas de candidatos que desejam ingressar nessa profissão, mas também daqueles que procuram usar o curso como teste vocacional para decidir se farão a faculdade de medicina veterinária ou não. Há também outros profissionais, como criadores, adestradores, passeadores, donos e atendentes de pet shops que desejam ter o aprendizado como diferencial em suas funções e negócio.
Mesmo pessoas que são apaixonadas por bichos fazem o curso para atuar melhor como voluntários em ONGs, situações de resgate e primeiros socorros.

Carreira de Enfermeiro ou Auxiliar Veterinário?

É importante conhecer mais sobre o curso de auxiliar veterinário e quanto ganha antes de fazer um. Também não existe curso técnico ou superior reconhecido pelo MEC para que os interessados tenham formação específica. Mas há empresas que oferecem cursos com certificação, ministrados por veterinários e outros profissionais ligados à área, que preparam o candidato para a vivência clínica e hospitalar.

Onde trabalhar?

Basicamente em Clínicas e Hospitais veterinários, sendo possível também trabalhar em Ongs, Zoológicos e Pet shops.

São muitas faculdades que disponibilizam cursos de medicina veterinária, mas existe como opção realizar somente um curso de auxiliar veterinário para ingressar em seu primeiro emprego na área.

Em Portugal Já existe Curso Superior em Enfermagem Veterinária, porém, esse curso ainda não é reconhecido no Brasil.

Quanto pode ganhar?

A média salarial de um auxiliar veterinário é de R$ 1200,00 a R$ 2000,00 na cidade de São Paulo e em Belo Horizonte. Há variações de salário de acordo com o grau de instrução e também de acordo com o estado ou a localidade em que mora.

Além do piso salarial, quem trabalha no período noturno tem direito a um adicional de 50%, também a horas extras de 100% e outros benefícios que variam de acordo com a empresa.

A profissão de auxiliar veterinário consta na Classificação Brasileira de Ocupações do Ministério do Trabalho e Emprego (ocupação 5193-05) desde 2002, mas ainda não há regulamentação (lei que normatiza a profissão, cuja apreciação é feita pelo Congresso e sancionada pelo presidente da República).

O que faz?

O auxiliar veterinário trabalha junto a médicos veterinários, auxiliando em curativos, administração de medicamentos receitados pelos médicos e procedimentos de assepsia ou até mesmo ajudar durante uma cirurgia ou auxiliando o médico veterinário em alguns procedimentos realizados, ajudando e apoiando nas técnicas aplicadas nos animais.

Onde fazer o curso?

Apesar de não serem reconhecidos pelo MEC, os centros de ensino e hospitais trazem a experiência clínica para a sala de aula. Os cursos de auxiliar veterinário podem ser tanto presenciais como à distância, visto que a modalidade de cursos online aumentou muito nos últimos tempos. Assim, há cursos online que facilitam o aprendizado do aluno.

Diversas instituições oferecem cursos na área, cabendo a cada um escolher o que está de acordo com suas necessidades. Entre as disciplinas estudadas em um curso de auxiliar veterinário estão diversas matérias relacionadas à área de medicina veterinária. No curso, os alunos aprendem técnicas e melhores práticas de higienização, noções básica de fisiologia e da anatomia de cães e gatos, análise de gravidade do estado de saúde, sinais e sintomas, punção, auxílio à clínica veterinária e ao centro cirúrgico, instruções de auxílio à internação, curativos, coleta de exames, além dessas disciplinas os cursos também incluem legislação, técnicas de resgate, informações sobre comportamento dos animais, manejo, atendimento ao cliente, etc.

Em Belo Horizonte, quem estiver interessado em fazer esse curso, pode contar com a NúcleoVet. O curso de 400 Horas tem a duração de 12 Meses, com aulas presenciais um final de semana por mês. para mais detalhes acesse: http://nucleovet.com/cursos

Por que fazer um curso na área de medicina veterinária?

Quem ainda está na dúvida se deve prestar um curso na área de medicina veterinária, pode ter como dados alguns números do mercado pet.

O Brasil fica atrás apenas dos Estados Unidos em relação ao número de animais domésticos, Segundo os dados mais recentes divulgados pela Associação Brasileira da Indústria de Produtos para Animais de Estimação (Abinpet), no ano passado, o segmento faturou R$ 14,2 bilhões e respondeu por 0,32% do Produto Interno Bruto (PIB, soma das riquezas de um país).

É interessante ingressar na área através de um curso de auxiliar veterinário para então fazer sua faculdade de medicina veterinária. Mesmo que inicialmente possa não ganhar muito fazendo o que gosta, com uma faculdade de medicina veterinária poderá ganhar um salário médio de R$ 2.500,00 a R$ 3.000,00, sendo que empresas de medicamento pagam, em média, de R$ 5.000,00 a R$ 6.000,00.

Lógico, vale ressaltar que não adianta fazer um curso na área de medicina veterinária se não gostar de animais. Em primeiro lugar, vem a paixão pelos pets e, depois, a vontade de fazer um curso e seguir uma carreira de auxiliar veterinário. Gostar de animais é fundamental, porém, em excesso, pode prejudicar. Muitas vezes é preciso ter paciência, sangue frio para situações de emergência e até saber lidar com a morte, já que, para alguns casos, a eutanásia é a única forma de aliviar o sofrimento do animal. É preciso entender e ter a emoção controlada, além de ser gentil com os donos, que normalmente estão nervosos por causa da saúde do seu melhor amigo ou daquele que consideram como um filho. Além disso, é importante sempre pesquisar diversos locais antes de tomar uma decisão e optar pelo melhor curso.

Assim como outras profissões, o auxiliar veterinário precisa ficar atento ao trabalho que pode e não pode desempenhar para não cometer crime. O exercício ilegal da profissão de médico veterinário é considerado um delito, devendo ser denunciado ao Ministério Público e à polícia.

Como o nome já diz, o auxiliar pode apenas auxiliar o médico veterinário, como, por exemplo, na contenção de animais, limpeza e desinfecção de mesas de atendimento e equipamentos utilizados, ou mesmo em cirurgias, mas sempre auxiliando, jamais realizando procedimentos sozinho.